Cinco últimas notícias da Metropolia

FOTOS DE AQUILES STENGHEL: gentileza de Ricardo Aramis da Silveira – GRUPO VERDE VALE DE COMUNICAÇÃO

42 99981-1242 / 42 3521-2050 / ricardo.silveira@vvale.com.br / Rua Dário Antonio Bordin, 313 – Centro – União da Vitória – PR

DOM VOLODEMER EM JOINVILLE

Aos dias 25 e 26 de novembro de 2017, aconteceu a Visita Canônica na Comunidade Católica Ucraniana São Nicolau, em Joinville-SC, realizada pelo Arcebispo Metropolita Dom Volodemer Koubetch, OSBM.

Sua chegada ocorreu no sábado, dia 25, próximo das 14 horas, sendo recepcionado por Mauro Dutka e Severina Lozovei Dutka em sua residência, na qual ficou hospedado, acompanhados por Eduardo Dutka, que é o Presidente-Executivo, e sua esposa Alesandra Somensi Dutka.

Após uma conversa com a família, às 16 horas, houve a reunião com os integrantes do Conselho Administrativo Paroquial (CAP). Estiveram presentes: o Presidente-Executivo Eduardo Dutka; o Vice-Presidente Executivo Jovino Hlenka; o Tesoureiro Mauro Dutka, acompanhado de sua esposa Severina Dutka; o Vice-Tesoureiro Salvador Smaha, acompanhado de sua esposa, a secretária Alesandra Somensi Dutka. Durante a reunião foram tratados os seguintes assuntos de importância para a comunidade: distância entre as famílias e o local das celebrações da Divina Liturgia; dificuldades com a paróquia latina; situação financeira; grande dificuldade em conseguir um terreno.

Após a reunião, foi servido um café para o Metropolita e aos integrantes da comissão.

À noite, foi servido um jantar familiar, podendo o Visitador conhecer melhor a família Dutka.

Domingo, dia 26 de novembro, após o café da manhã, o Sr. Mauro Dutka levou o Metropolita até a igreja latina, onde normalmente a comunidade ucraniana tem o seu horário disponível, para o encontro com o povo e a celebração da Divina Liturgia.

Às 9 horas, a comunidade São Nicolau deu as boas-vindas a Dom Volodemer. Inicialmente, o Sr. Celso Jarenko, conselheiro, proferiu um discurso em português, realçando as motivações do pastoreio: “O Reino de Deus já está presente no meio de nós, mas ainda não em plenitude, mas que essa meta possa ser comum a todos nós. E com auxílio daquela que é cheia de graça, Maria, nossa Mãe, seremos dóceis aos seus ensinamentos e orientações, a fim de vivermos sempre mais no espírito de família, que gera serenidade e confiança, facilitando sobremaneira a missão dos pastores. Que Deus, rico em misericórdia, abençoe a todos, conceda graça, ardor missionário e perseverança filial na caridade pastoral”. Falando em ucraniano, o Sr. Metódio Zdebski leu um breve texto para a entrega do pão e do sal. O Presidente-Executivo Sr. Eduardo Dutka, acompanhado de sua esposa Alesandra Somensi Dutka e seu filho Yuri Somensi Dutka, apresentaram o pão e o sal com as seguintes palavras: “Recebemos Vossa Excelência, segundo o nosso costume e tradição – com o pão e o sal. Neles trazemos a nossa vida, a vida de nossa comunidade, o nosso trabalho e sacrifício, acompanhados de nossos problemas e dificuldades”. Tomando a palavra, o Vigário paroquial Pe. Sérgio Iwantchuk, OSBM proferiu seu discurso de saudação fraterna. Como gratidão pela visita, a jovem Paula Vitória Karolus entregou-lhe uma linda orquídea.

As intenções foram lidas pelo Sr. Celso Jarenko e a leitura da epístola foi feita pelo Sr. Jovino Hlenka, Vice-Presidente Executivo. O Vigário paroquial concelebrou e proclamou o evangelho. O Pároco da comunidade latina, Pe. Inácio Benedito Giacomelli, foi convidado para concelebrar. O Sr. Teodósio veio de Guaramirim para preparar e servir o incenso. Cantores da própria comunidade puxaram os cantos. Vindas de Iracema, as Irmãs Denichevicz, de sangue e de Congregação, Eugênia e Júlia auxiliaram na celebração.

Em sua homilia, o Metropolita destacou as dificuldades que a comunidade enfrenta, por ser pequena e sem maiores recursos humanos e financeiros, e destacou que é necessária a união de todos para conseguir seus objetivos. Dom Volodemer colocou como prioridade uma solução definitiva na questão da aquisição de um terreno para a comunidade ucraniana poder se organizar e, cultivando seus próprios valores, possa preservar sua identidade religiosa e cultural e contribuir para enriquecimento da sociedade joinvillense.

Após a celebração litúrgica, para os que confirmaram presença, foi servido o almoço na residência do Sr. Eduardo Dutka, contando com a presença do Metropolita, Pe. Sérgio, Irmãs Eugênia e Júlia e lideranças locais.

Após o almoço informal, Dom Volodemer retornou à Curitiba.

Eduardo Dutka e Dom Volodemer

SEMINÁRIO DE SECRETARIA PAROQUIAL E LIDERANÇA PASTORAL

No intuito de melhorar os próprios serviços de chancelaria e orientar outros assessores que trabalham para a sede metropolitana e para as paróquias, o Chanceler Pe. Basilio Koubetch, OSBM participou no dia 28 de novembro em Maringá do Seminário de Secretaria Paroquial e Liderança Pastoral. O evento reuniu cerca de 150 participantes da Diocese de Maringá e dioceses vizinhas, sendo o Pe. Basilio o que veio de mais longe, Curitiba, sendo premiado por isso.

Reconhecendo o valor e a importância das secretárias e dos secretários eclesiais, a Promocat Marketing Integrado lançou o RECIPAR – Secretaria Paroquial, um Seminário para treinamento intensivo para esses profissionais e preparado com base no levantamento das necessidades desse público. A metodologia utilizada no RECIPAR prioriza a motivação dos participantes e valoriza o desenvolvimento de comportamentos explorando temas prioritários na agenda de atividades dessas secretarias. O objetivo é para que desenvolvam, na prática, as habilidades trabalhadas nos temas propostos pelos palestrantes, gerando assim mais eficiência e produtividade nos trabalhos desenvolvidos e gerenciados por eles no dia a dia de suas funções, potencializando esses resultados em toda a comunidade eclesial.

O RECIPAR – Secretaria Paroquial foi feito para secretárias e secretários de paróquias, cúrias, casas religiosas e demais entidades ligadas à Igreja Católica das regiões onde ele é realizado. Também atende as expectativas de bispos, padres, diáconos, leigos(as) e religiosos(as) envolvidos com as equipes das secretarias. O evento foi pensado para atender funcionários, colaboradores e também aos voluntários que exercem funções nesse importante setor da Igreja.

A Promocat também organiza, promove, comercializa e entrega sem custo o evento para as paróquias na data combinada, incluindo toda logística e todo o relacionamento com os palestrantes. No dia anterior ao evento, a equipe monta as estruturas e cenografias e prepara-se para receber os participantes na manhã seguinte. O evento inicia-se às 7 horas com a bênção de acolhida proferida por um padre local indicado pela Diocese. Também é celebrada a Santa Missa. A primeira palestra inicia-se às 8 horas. No total são ministradas seis palestras proferidas por três palestrantes durante todo o dia, mais uma dinâmica especial de encerramento ministrada pela equipe da Promocat. No final do evento, toda estrutura é desmontada e retirada do local e os participantes recebem um certificado de conclusão de curso emitido pela Faculdade Dehoniana de Taubaté, SP.

Em Maringá, no dia 28 de novembro, o seminário aconteceu nas dependências Seminário Santo Agostinho com o apoio especial da Arquidiocese de Maringá. Com seis palestras, subentende-se que a programação é intensa. A seguir, o tema das palestras e seus respectivos palestrantes.

1ª – Fábio Castro: Como aprender e cultivar uma comunicação em saída: Mídias Sociais – como se beneficiar destas ferramentas para auxiliar na comunicação; por que as redes sociais se tornaram tão importantes na atualidade? como retirar o melhor destes instrumentos, sem parecer invasivo e inoportuno aos fiéis; exemplos práticos para aumentar seus contatos, manter suas atualizações em dia e adequadas as funções pastorais e administrativas; como auxiliar sua Igreja no uso das mídias digitais.

2ª – Fred Pacheco: Liderança conectada ao comportamento humano: qual é o meu perfil comportamental?

3ª – Everton Barbosa: Eficácia no secretariado eclesial: administração do tempo com foco em prioridades; o grande desafio de ser um profissional multitarefa; habilidades para lidar com as diversas atividades do dia a dia sem perder o foco; vida equilibrada é sinônimo de profissional produtivo; conselhos para alcançar este aprendizado.

4ª – Fábio Castro: Secretaria 360º: comportamentos que fazem a diferença na produtividade da secretária(o) paroquial Organização e métodos eficazes; foco e determinação; disciplina e prioridade; doação e reciprocidade; liderança conquistada.

5ª – Fred Pacheco: Ser feliz: uma decisão inteligente: vivência pessoal, por exemplo: as escolhas, atitudes, comportamentos, dentre outros aspectos, traduzindo elementos que vão repercutir nas atividades diárias; algumas reflexões importantes: como o nosso olhar pode influenciar as nossas atitudes; de vítimas a protagonistas; escolhas conscientes; missão de vida; diagnóstico pessoal; compromissos e metas pessoais.

6ª – Everton Barbosa: Dinâmica, visando a auto compreensão, compreensão dos outros e interação; quem está na minha frente é para ser bem atendido.

PRESIDENTE DO CONSELHO DE COORDENAÇÃO MUNDIAL DA UCRÂNIA EM VISITA AO BRASIL

O Conselho de Coordenação Mundial da Ucrânia (Українська Всесвітня Координаційна Рада (УВКР) é uma comunidade construída de organizações não-governamentais, que voluntariamente une os ucranianos para atender e proteger seus interesses culturais, linguísticos, educacionais, criativos, sociais, econômicos, de idade e outros interesses comuns. Foi criado com base na decisão do 1º Fórum Mundial de Ucranianos realizado em agosto de 1992 em Kiev. A organização foi registrada pelo Ministério da Justiça da Ucrânia em 3 de maio de 1993.

Os membros do Conselho são organizações não-governamentais ucranianas da Ucrânia e do exterior, comumente chamado “diáspora”. De acordo com os resultados do 3º Fórum Mundial de Ucranianos, existem mais de 382 membros. Seu órgão de governo mais alto é a congresso do próprio Fórum, que ocorre uma vez a cada quatro anos. Desde a fundação da organização, foram realizados cinco fóruns: em 1992, 1997, 2001, 2006, 2011.

A Presidência do Conselho é composta por 36 representantes das organizações-membros, assim distribuídos: 12 representantes da Ucrânia, 12 da Diáspora Ocidental e 12 da Diáspora Oriental. O órgão executivo permanente é o Secretariado do Conselho. Desde agosto de 2011, o chefe principal é Mikhail Yaroslavovich Ratusznei. Seu antecessor foi Dmitro Pavlychko Vasilievich (2006-2011).

Mikhail Yaroslavovich Ratusznei é nascido em 18 de agosto de 1962 na vila de Chernivtsi, região de Zbarazhsky, região de Ternopil. Ele foi Vice-membro da Ucrânia da 4ª convocação de março de 2005 a abril de 2006 do Bloco Viktor Yushchenko “Nossa Ucrânia”, nº 78 na lista, membro do РУХ (УНР). Membro da facção da UNP (março-dezembro de 2005). Membro do Comitê de Integração Européia (abril de 2005). Vice-presidente da Ucrânia da terceira convocação de março de 1998 a abril de 2002, distrito eleitoral nº 164, região de Ternopil. No momento das eleições: deputado da Ucrânia, membro do KUN. Membro da facção do PRP “Reformas-Congresso” (dezembro de 1998 – dezembro de 1999), membro da facção da Assembléia Nacional (de dezembro de 1999 a abril de 2000 – a facção do EPU). Membro do Comitê de Orçamento (julho de 1998 a fevereiro de 2000), Membro do Comitê de Apoio Legislativo ao Execução da Lei (fevereiro de 2000), Presidente do Subcomitê de Apoio Legislativo às Atividades do Ministério Público do Comitê de Apoio Legislativo à Execução da Lei. Vice-membro da Ucrânia da 2ª convocação de março de 1994 (1º turno) até abril de 1998, distrito de Zbarazh nº 361, região de Ternopil, nomeado pelos eleitores. No momento da eleição: Assessor de Assuntos Políticos do Serviço de Informação da Ucrânia, membro do KUN. Membro do Comitê de Combate ao Crime Organizado e à Corrupção. Graduado do Instituto Pedagógico Lutsk, Universidade Nacional Taras Shevchenko Kyiv. Em 21 de agosto de 2011, no 5º Fórum Mundial de Ucranianos, foi eleito presidente do Conselho Mundial de Coordenação da Ucrânia.

A convite da RCUB – Representação Central Ucraniano Brasileira, presidida pelo Dr. Vitório Sorotiuk, Mikhail chegou ao Brasil para conhecer a comunidade ucraniana. Em 1 de dezembro ele visitou o Arcebispo Metropolita Dom Volodemer Koubetch, OSBM. No dia seguinte, sábado à noite, esteve em Rio Azul para prestigiar o 24º Festival de Danças Folclóricas Ucranianas, inclusive entregando diplomas de reconhecimento ao grupo anfitrião Dunay e a todos os grupos participantes. Em companhia do Dr. Vitório, ele visitou a histórica igreja em madeira São Miguel Arcanjo na Serra do Tigre, os centros ucranianos nas cidades de Mallet e Prudentópolis, algumas cachoeiras de Prudentópolis e as Cataratas do Iguaçu, entre outros centros culturais e turísticos do Paraná.

FESTIVAL FOLCLÓRICO EM RIO AZUL

Pela segunda vez, no dia 2 de dezembro de 2017, a comunidade ucraniana de Rio Azul, com o apoio das instituições atuantes na pacata cidade, sediou mais um Festival Nacional de Danças Folclóricas Ucranianas. A primeira vez foi em 2006. Na segunda vez, com início às 19 horas, o 24º festival aconteceu no Ginásio Albino Ianoski – o Albinão.

O Grupo Folclórico Dunay, anfitrião do festival, assumiu a organização do grande evento. A coreógrafa do grupo Keyssiane Lekki participou de programas jornalísticos e radiofônicos, principalmente a Rádio Najuá de Irati, e repassou informações detalhadas sobre o festival. O grupo folclórico ucraniano da cidade de Rio Azul conta hoje com aproximadamente 30 integrantes, no infantil e no adulto. Os ensaios aconteceram no pavilhão da igreja ucraniana Santa Terezinha do Menino Jesus. “Ensaiamos toda sexta, sábado e domingo, às 19 horas. Às vezes, há uma diferenciação no horário, mas geralmente é nesse horário. A preparação é enorme e a cidade inteira está colaborando. Temos muita ajuda. Está muito corrido, mas será bem gratificante”, comentou Keyssiane.

O 24º Festival Nacional de Danças Ucranianas, além da comunidade católica ucraniana, contou com o apoio da Embaixada da Ucrânia no Brasil, Prefeitura de Rio Azul, Sicredi, The Folk, Gráfica Digital e Multimídia Produções de Áudio e Vídeo e do Voluntariado rio-azulense.

Desde as primeiras horas do sábado, dia 2, no barulho e alegria juvenil, os grupos vinham chegando e tomando o café da manhã no pavilhão da igreja ucraniana e se hospedando, alguns nos hotéis e outros nas escolas da cidade.

A edição deste ano recebeu 22 grupos folclóricos ucranianos de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e dos países vizinhos Paraguai e Argentina. Envolveu mais de 600 dançarinos, comissões técnicas e autoridades. Cada grupo teve seis minutos para apresentar uma coreografia. Alguns dos grupos, que se apresentaram em mais de uma categoria, permaneceram mais tempo no palco – seis minutos para cada apresentação. Segundo a coreógrafa Keyssiane, o festival trabalhou com três categorias gerais: juvenil, adulto e máster; assim, cada grupo teve direito de apresentar mais de uma coreografia.

Segundo Keyssiane Lekki, o principal objetivo do festival nacional foi o de promover a confraternização entre os grupos folclóricos e expressar a cultura ucraniana a todas as pessoas. Ela ressaltou que a finalidade é artística e cultural e não competitiva. “Na nossa região é muito forte a cultura ucraniana, por causa da imigração. Temos muita participação nessa parte da cultura ucraniana. Então, será um evento de muita expressão e de muito público”, afirmou. O evento cultural teve também um caráter social assistencial, pois na aquisição do ingresso a R$ 5,00 foi solicitado um quilo de alimentos não perecíveis, que serão destinados a uma instituição de caridade, seguindo o tema das reflexões e ações da Igreja Católica Ucraniana para o ano de 2017, que foi sobre a diaconia, o serviço caritativo ao próximo dentro de uma dimensão social mais abrangente.

O festival iniciou às 19h30min e durou mais de três horas. Foi abrilhantado pela presença do Arcebispo Metropolita Dom Volodemer Koubetch, OSBM, Bispo Eparca de Prudentópolis do Meron Mazur, OSBM, Presidente do Conselho de Coordenação Mundial da Ucrânia (Українська Всесвітня Координаційна Рада – УВКР) Sr. Mikhail Ratusznei, que homenageou especialmente o grupo anfitrião Dunay e os grupos participantes, Presidente da Representação Central Ucraniano Brasileira (RCUB) Dr. Vitório Sorotiuk, Embaixatriz da Ucrânia no Brasil Fabiana Tronenko, Prefeito Municipal Rodrigo Skalicz Solda e outras autoridades eclesiásticas e civis.

25 ANOS DA IGREJA DE AQUILES STENGHEL

O primeiro domingo do mês de dezembro, dia 3, foi muito especial para a comunidade católica ucraniana da colônia Aquiles Stenghel, Município de Porto União, Santa Catarina, pertencente à Paróquia São Basílio Magno de União da Vitória, Paraná. Foram celebrados os 25 anos da bênção da igreja consagrada a São Volodemer (Valdomiro). Para a ocasião, a comunidade convidou o Arcebispo Metropolita Dom Volodemer Koubetch, OSBM.

O dia estava muito bonito, ensolarado, com nuvens esparsas pelo céu azul. O verde da mata e o cantar dos pássaros completaram o cenário da celebração. Esta foi iniciada às 10 horas, sob o repicar do sino e a entoação de um canto religioso, enquanto o Metropolita, o Pároco Josafá Firman, o Pe. Neomir Gasperin Doopiat e os acólitos os irmãos Henrique e Gustavo Kalichak seguiam em procissão da sacristia até a entrada da igreja.

Conforme a tradição ucraniana, o Presidente-Executivo Luis Carlos Lessenko e sua Esposa Ana Stechechen Lessenko saudaram o Metropolita com pão e sal. “Nossa alma agradece e louva a Deus pelos 25 anos da bênção da nova igreja, que tem como padroeiro São Volodemer e, de modo especial, agradecemos a Vossa Excelência por aceitar tão prontamente vir celebrar conosco. A sua presença entre nós como representante da Igreja nos completa como uma família eclesial e nos confirma na fé apostólica que nos une como Igreja única e faz-nos sentirmos gloriosos por professá-la. … Em comunidade, rogamos a Deus que nos conceda sabedoria para seguirmos com fidelidade e alegria os desígnios de Deus e que Ele ilumine a nossa conduta e vivência cristã. Que possamos ser uns para os outros o pão que alimenta e o sal que dá sabor”, disse o Sr. Luís. A catequizanda Alessandra Zimermann entregou um buquê de flores a Dom Volodemer, que foi ainda saudado pelo Pároco, que destacou a missão do Bispo-pastor na Igreja de Cristo.

Adentrando a igreja, a Sra. Nilce Marli Lesssenko Zimermann fez a leitura das intenções e a Sra. Ana Maria Lessenko Kalichak leu um histórico da comunidade elaborado para a solenidade.

A Divina Liturgia foi cantada pela própria comunidade com o auxílio da Ir. Eugênia Hatlan, SMI do Colégio Coração de Maria de União da Vitória. O Seminarista Michael Barbuza, que é proveniente dessa localidade, leu a epístola. Após a proclamação do Evangelho pelo Pároco Josafá, o Arcebispo Metropolita proferiu a homilia, iniciando com um reconhecimento e parabenização à comunidade por ter se empenhado no decorrer de sua história em manter suas estruturas físicas e preservar as tradições ucranianas. A partir do evangelho do dia, Lc 12,16-21, que narra a parábola sobre o rico ganancioso, o pregador fez uma breve reflexão sobre o valor e uso da riqueza e dos bens materiais, que são uma bênção de Deus e são bons e válidos, desde que sejam adquiridos sempre por vias honestas e, hoje em dia, respeitando também a natureza e o meio-ambiente.

Após as fotos grupais, todos os presentes à celebração foram convidados para o almoço de confraternização, que foi servido no enorme salão de festas da comunidade, finalizando com o bolo festivo.

Parabéns, paroquianos da comunidade de Aquiles Stenghel! Que Deus vos conceda todos os dons e graças para a vossa caminhada cristã, nos moldes do Batismo de São Volodemer, vivenciada na Igreja Católica Ucraniana!