Curitiba – Pinheirinho

PARÓQUIA SANTA ANA – PINHEIRINHO

ENDEREÇO

Rua Mal. Otávio Saldanha Mazza, 8228 – Pinheirinho
81150-060 CURITIBA – PR
Fone: 41 3248-8873
E-mail: paroquiasantana@msn.com

CRIAÇÃO DA PARÓQUIA

A Paróquia foi fundada aos 23 de fevereiro de 1992, através do Decreto nº L. II-113/92 Fls. 009, expedido por Dom Efraim Basílio Krevey, OSBM. A 1ª Capela foi construída em 1968 e a atual, em alvenaria, foi consagrada e inaugurada aos 14 de dezembro de 1986, pelo Eparca Dom Efraim.

HISTÓRICO

A vinda das primeiras famílias ucranianas para Pinheirinho, Curitiba.

A primeira família a chegar para morar aqui no Pinheirinho foram: Sra. Paulina Schpak de Vera Guarani e Sr. João Melnichenko de Antonio Olinto.

pinheirinhoNo ano de 1963, logo depois do dia da padroeira Nossa Senhora Santa Ana, 28 de agosto, chegou a família muito ativa e espiritual do Sr. Augusto Martinhak de Antonio Olinto, a qual todos os domingos ia com a família para assistir a Santa Missa na Catedral São João Batista na Vila Guaíra – Curitiba. Em setembro de 1963, chegou a família do Sr. João Krentiglova de Antonio Olinto. Até o final do mesmo ano já havia várias famílias aqui na redondeza.

Em 1964, o Pe. PaceuLozovey, OSBM fez a primeira visita às famílias com água benta. Neste mesmo ano chegaram várias famílias de Vera Guarani: família Balaban, Tomkiu, Diakiuski e outras.

Chegou ao conhecimento do Bispo Dom José Martenetz, OSBM, de saudosa memória, que havia um número grande de famílias ucranianas no Bairro Pinheirinho. Ele então toma providências e convida ao então seminarista diocesano Josafat Gaudeda para que fizesse um levantamento e iniciasse a catequese e ensino da língua ucraniana para as crianças.

Em 1965, já havia umas 20 famílias e foi rezada a primeira Santa Missa na casa da Sra. Paulina Schpak, graças ao esforço do seminarista e do Sr. Augusto Martinhak.

Em 1966, aconteceu a primeira reunião na casa do Sr. Pedro Balaban, onde foi decidido fazer a 1ª festa em prol da comunidade, na qual foi arrecadado 2.000,00 Cruzeiros Novos. Logo depois daquele evento as lideranças foram em busca do terreno para comprar e construir a Igreja. Com o esforço de todos, encontraram os dois lotes, os quais foram adquiridos.

Tudo estava a caminho para dar certo. No mesmo tempo, em Antonio Olinto, haviam desmanchado uma escola de madeira, que foi comprada pelos novos paroquianos. Trouxeram junto o carpinteiro Sr. Teodoro Hlachuk, que foi construindo a capela com a ajuda do Sr. Augusto Martinhak, João Krentiglova e família Balaban.

Nesta época, o seminarista Josafat Gaudeda, já como diácono, continuava ensinando catequese na casa da família Hrudenski.

Em 1968, a igrejinha estava pronta. Iniciou-se a uma nova pastoral, muito mais abrangente. Pe. Taras Olinek, OSBM, do Seminário Batel, dá suporte espiritual, mas por pouco tempo. Logo assume o Pe. AmbrosioDubena, OSBM, e fica até 1973. Nesta época, as Catequistas do Sagrado Coração de Jesus da Vila Guaíra e Irmãs Catequistas de Santa Ana vinham ajudar cantar. As Irmãs Catequistas de Santa Ana compram o terreno para construírem a residência delas ao lado da Igreja.

Desde o Natal de 1973, iniciou sua pastoral por longos anos o Pe. Soter Schiller, OSBM, o qual é conhecido e querido até hoje pelos paroquianos.

Em fevereiro de 1975, as Irmãs Catequistas de Santa Ana fixam sua morada aqui no Pinheirinho, hoje casa geral da Congregação. Antes disso, a Sra. IláriaMartinhak e Sra. Tecla Gaudeda é que cuidavam da limpeza e ornamentação da Igreja.

Em 1974, deu-se a benção da pedra fundamental da nova Igreja de alvenaria. Em 1978, Dom Efaim B. Krevey, OSBM faz a visita pastoral na comunidade e abençoa a primeira parte da nova Igreja.

De tempo em tempo fazia visita e observava o andamento da obra o Pe. MykolaIvaniv, OSBM, o qual incentivava o povo para não desanimarem. O povo ainda rezava na capelinha. Mas como estava aumentando o número de fiéis, foi necessário mudar-se para o porão da Igreja em construção até cobrirem a nova Igreja.

A comunidade foi crescendo a cada dia. As Irmãs logo deram início ao Apostolado de Oração das mulheres e dos homens, grupo de jovens e deram início a catequese no sábado.

Desde o início até hoje por quatro vezes a comunidade teve missões; entre os pregadores estavam: Pe. MykolaIvaniv, OSBM, Pe. Vidal A. Klemchuk, OSBM, Pe. Tarcísio Zaluski, OSBM, Pe. Melécio Krauczuk, OSBM.

Em 1986, nas redondezas da igreja moravam perto de 300 famílias que chegaram de diversos como: Antonio Olinto, Vera Guarani, Cândido de Abreu, Carazinho, Prudentópolis, Dorizon, Mallet, Marcelino e Santa Catarina.

Desde o início foram escolhidos os Conselhos Administrativos Paroquiais cujos presidentes executivos foram os seguintes:

De 1968 até 1969 Sr. Augusto Martinhak

De 1969 até 1971 Se. Miguel Tomkio

De 1971 até 1972 Sr. João Krentiglova

De 1972 até 1974 Sr. Miguel Tomkio

De 1974 até 1976 Sr. ZenóbioBalaban

De 1976 até 19……………………………..

De 1981 até 1983 Sr. João Gaudeda

De 1983 até 1987 Sr. LeonidioBalaban

De 1987 até 1989 Sr. José Kobernovicz

De 1989 até 1992 Sr. Clemente Melnik

De 1992 até 1994 Sr. Mathias Herman

De 1994 até 1996 Sr. Clemente Melnik

De 1996 até 2000 Sr. Amilton Ivankio

De 2000 até 2001 Sr. Clemente Milnik

De 2001 até 2004 Sr. Amilton Ivankio

De 2004 até 2007 Sr. Irineu Ivankio

Pe. Teófilo Michalichen, OSBM

PÁROCO: Pe. Edison LuisBoiko.

COMUNIDADES DE VIDA CONSAGRADA E OUTRAS EXISTENTES NA PARÓQUIA

Residência Paroquial.

Convento – Sede Geral da Congregação das Irmãs Catequistas de Santa Ana.

ATIVIDADES PASTORAIS

Catequese: realiza-se aos sábados e é ministrada pelas Irmãs Catequistas de Santa Ana, Catequistas do Sagrado Coração como também por catequistas leigas.

Cultos e devoções tradicionais: durante a Quaresma – Via-Sacra, Missa dos Dons Pré-Santificados, celebrações próprias da Semana Santa e tríduos de renovação espiritual. Durante o mês de maio – tradicional novena (Maivka). No mês de junho – Novena ao Sagrado Coração de Jesus. No mês de outubro – Rosário comunitário. Periodicamente realizam-se missões a cargo dos Padres Basilianos.

Ação Social: Periodicamente, realizam-se festas e promoções apropriadas, tendo por finalidade a manutenção da Paróquia e de suas obras.

Associações leigas religioso-culturais: Apostolado da Oração; Congregação Mariana; Grupo de Jovens; Cruzada Eucarística; Comissão Paroquial de Catequese; Comissão Administrativa Paroquial (CAP).

PARÓQUIA SANT’ANA DO PINHEIRINHO – COMUNIDADES

Fazenda Rio Grande (sede): Salão Comunitário construído entre os anos 1996-1999. Padroeiro: Divino Espírito Santo. Famílias: 117. Distância da sede paroquial: 24 km.

Vila Santa Amélia (Curitiba): A 1ª e única igreja construída, em alvenaria, data do ano 1997. Padroeiro: São Nicolau. Famílias: 78. Distância da sede paroquial: 11 km.

Vila São Pedro (Curitiba): A atual igreja construída, em alvenaria, data do ano 1992. Padroeiro: Nossa Senhora das Dores. Famílias: 147. Distância da sede paroquial: 6 km.