Museus e Arquivos


UntitledMUSEU DO MILÊNIO / МУЗЕЙ ТИСЯЧОЛІТТЯ

Rua Cândido de Abreu, s/n – Prudentópolis – Pr.- Fone: ( 0хх42) 3446-3327
CNPJ: 07.738.940/0001-21
museumilenio@yahoo.com.br

MUSEU DO MILÊNIO

O Museu do Milênio instalado por ocasião da comemoração do centenário da imigração ucraniana a Prudentópolis (1995) completa 16 anos de existência.

Seu inicio: No dia primeiro de maio do ano de 1995 os membros do Conselho Paroquial São Josafat juntamente com os membros da Comissão Pró-Centenário aprovaram numa reunião a programação dos festejos do centenário.Dentre varios eventos programados deveria-se organizar uma exposição histórica e desta forma surgeria o Museu aproveitando o espaço construido no subsolo da praça do poeta Tarás Chewtchenko inaugurada no ano de 1989.

Encontravam-se até então  instaladas no subsolo da praça: a Emissora Rádio Copas Verdes, a Cooperativa Ucraino Brasileira de Artesanato e a sala maior estava cedida para biblioteca Municipal. Esta missão foi confiada a uma equipe composta de membros da comunidade e da Prefeitura Municipal.

O Prefeito da época  Marquiano Antonio, a Secretária da Cultura Nadia M. Stasiu e a Secretária da Educação Elvira Losovey participaram ativamente deste evento. Foi solicitado o apoio da Secretaria de Estado da Cultura através da COSEM (Coordenadoria do Sistema Estadual de Museus) e assessoria técnica que dos dias 01 a 03 de agosto colocou à disposição da equipe uma museóloga para auxiliar  na montagem da exposição.

Foi realizado todo um trabalho de museografia na composição da exposição deixando a base para o futuro do Museu do Milênio que só seria instalado após toda uma infraestrutura adequada.

A exposição foi aberta no dia 11 de agosto de 1995 na presença de autoridades civis, religiosas  e comunidade. D. Efraim B. Krevey, OSBM, Eparca procedeu  a benção e a abertura da exposição.

No periodo de 1995 a 2002 a exposição ficou sob a responsabilidade da Catequista do SCJ. Meroslawa Krevei e Samuel Semczeczen, da Radio Emissora FM Copas Verdes,  que buscavam objetos,fotos e documentos da comunidade  para compor a memória da nossa comunidade.

No ano de 1997 a Paróquia comemorou o Centenário da vinda  dos primeiros missionários e a criação da Paróquia São Josafat e nesta ocasião organizou-se uma exposição comemorativa da igreja em Prudentópolis.

No mês de março do ano 2000, depois de muitas negociações, o Prefeito Municipal cedeu  a funcionária Cecilia Strecha Catequista.S.C.J. que além dos serviços gerais ensinava a tocar Bandura, instalando aí o grupo de banduristas Soloveiko que atuou até o final do ano de 2010. Em fevereiro do ano de 2005, Ana H. Boruch foi cedida pela Prefeitura para prestar serviços no Museu do Milênio.

No ano de 2001 a emissora FM Rádio Copas Verdes deixa as dependências do Museu indo para suas instalações próprias. Desta forma o Museu do Milênio ganhou mais espaço fisico  concentrando exposição permanente a COBAP (Cooperativa Ucraino Brasileira de Artesanato) e o grupo de Banduristas Soloveiko.

Novamente buscou-se apoio técnico da COSEM-SEEC(Coordenação Estadual de Museus – Secretaria de Estado da Cultura) que atendeu com suas orientações e colocou a disposição técnicos do Museu Paranaense de Curitiba. Durante três dias as responsáveis pelo Museu do Milênio – Catequistas, permaneceram em Curitiba estudando  as normas de museografia e traçando planos para reorganizar totalmente a apresentação do acervo existente. De acordo com o plano elaborado foi readequada a exposição permanente e aberta à visitação. Seu acervo vem sendo incrementado constantemente.

O Museu do Milênio presta relevantes serviços à sociedade, apresenta um acervo cultural, religioso e histórico – material e imaterial valioso, testemunha a contribuição dos primeiros ucranianos na colonização e desenvolvimento do Municipio.

Aos 30 dias do mes de maio do ano de 2002 a convite da responsável do Museu do Milênio foi realizada uma reunião com as diversas diretorias e comissões da comunidade paroquial com participação especial dos Padres Basilianos: Basilio Cembalista, Hilário Bardal e Bonifácio Zaluski. O objetivo principal da reunião foi  decidir a criação jurídica do Museu do Milênio através da Ata Constitutiva assinada pela presidente Meroslava Krevei, Secretária Ad-hoc Raquel Afinovitch Navroski e membros presentes fundadores do Museu do Milênio que assinaram a Ata da fundação: Pe. Basilio Orestes Cembalista, OSBM, Pe. Josafat Bardal, OSBM, Marquiano Antonio,Cecilia Zenzeluk Antonio, Pe. Bonifácio Zaluski, OSBM; Elvira Lozovey CSCJ, João Techy Filho, Pedro Demczuk Filho, Iuliy Tatarchenko, Otilia Poczenek SMI,Mariano Machula, Felomena Procek CSCJ, José Voanka, Vassilio Mysko, Dionisio Opuchkevitch, Nadia Morskei Stasiu, Jorge Chelski, Dionisia Bulka Machula, João Michaliczem Neto, Bores Beló, Antonio Michalouski, Osvaldo José Ternoski, Elena Ternoski Gerei, Terezinha Strosinski, Mario Lachovicz, José Saviski, Maria Luiza Ternoski,José Rudek, Zélia Ostapiu Zdebski, Julio Zdebski, Cecilia Strechar, Josafat Petry, Daniel Morskei, Antonio Vilson Makohon, Lademiro Gerei, Gilberto Agibert Filho, Vera Vitchmichen Agibert, Benedito Antonio Boiko, Marcos Antonio Boiko, Antonio Morskei.

A Ata Constitutiva está registrada no cartório de Registro de Titulos e Documentos – Prudentópolis, Pr Livro 8285, Protocólo Az. fl. 62v., Registro número 855 do Livro ‘B´ Int – A partir daí o Museu do Milênio ficou aberto ao público visitante e aos pesquisadores. No decorrer dos anos foi cadastrado no Sistema Estadual de Museus e obteve a adesão ao Sistema Brasileiro de Museus no dia 15/10/2007.

O Museu é parte integrante da Paróquia São Josafat e o seu acervo – memória material e imaterial – esta sendo digitalizado.O trabalho é lento e os recursos inexistentes.

Para garantir  sua sustentabilidade no ano de 2005 foi criada a AAMM (Associação dos Amigos do Museu Milênio) que já esta agraciada com as Utilidades Públicas: Municipal, Estadual e Federal. O objetivo principal desta associação é a manutenção  do Museu do Melênio.

A nossa Paróquia de São Josafat é única com tal patrimônio e memória da comunidade. Valorizemos a nossa história e procuremos mantê-la nos niveis culturais e históricos que a nossa comunidade merece.

M.Krevei CSCJ
Responsável pelo Museu do Milênio.